Estar OCUPADO OU Ser PRODUTIVO

Estar OCUPADO OU Ser PRODUTIVO

Muitas vezes nos perdemos em meio a tantas tarefas e quando chegamos ao fim do dia percebemos que não fizemos nada do que estava programado.

Fazemos mil coisas e acabamos protelando aquelas actividades que realmente deviam ter sido feitas.


Sabe aquela sensação de nadar, nadar e morrer na praia? É exactamente assim que às vezes me sinto – aquela sensação de cansaço misturada com frustração.


Esse não é um problema actual, mas hoje, com as notificações do WhatsApp e das Redes Sociais a coisa ficou pior. A cada notificação que apita no nosso telemóvel vem aquela “necessidade” de ver quem mandou alguma mensagem ou fez algum comentário nas nossas publicações.


Depois de uma mentoria focada em Produtividade, realizada com o Coach Rodolfo Cardoso, eu percebi algumas coisas que estava a fazer de errado e por isso resolvi compartilhar as diferenças entre estar ocupado e ser produtivo.

Estar Ocupado ou Ser Produtivo

Estar Ocupado

Ser Produtivo

Eu costumo dizer que “Estar Ocupado” é como o cão que corre atrás do seu próprio rabo. Damos voltas e mais voltas, mas não saímos do lugar.

Como sair desse ciclo? De que forma podemos nos tornar mais produtivos?


Primeiro precisamos perceber que estamos com esse problema. Como qualquer ciclo vicioso, entender que temos um problema é o primeiro passo.


Faça um teste: em um dia normal de trabalho, anote de 30 em 30 minutos o que fez naquele tempo. Anote tudo.


Anote quantas vezes olhou o telemóvel para alguma coisa não que não esteja relacionada com aquela tarefa que está a fazer, quantas vezes levantou-se para ir à casa de banho ou tomar um café, se parou para olhar os seus e-mails, etc.


Depois de uns 3 dias, faça uma análise sobre tudo que fez e quanto tempo esteve efectivamente focado no trabalho. O resultado poderá ser surpreendente.


Problema detectado, vamos à acção!


Monte um planejamento realista para a semana. Programe as tarefas prioritárias para o começo da jornada de trabalho.


Enquanto estiver fazendo aquela tarefa prioritária, desligue as notificações do telemóvel. Evite qualquer distracção que tire o seu foco. É fato que, quando desviamos o foco, depois demoramos um tempo até recuperar a linha de raciocínio inicial.


Outra coisa importante é parar de consumir conteúdo. Quando estamos começando a fazer algo novo, ficamos tentados a absorver todo conteúdo possível e depois não conseguimos colocar nada em prática.


É importante também saber dizer “não”. Às vezes isso é muito difícil, principalmente para quem trabalha em esquema de home office e está sempre a ser solicitado para fazer alguma tarefa doméstica.


Para ajudar na nossa produtividade também é importante estabelecer rotinas, fazer intervalos e dedicar tempo para a sua vida pessoal.


Esse é o grande problema do “estar ocupado”. Não fazemos o que deveria ter sido feito e para dar conta do que ficou atrasado, precisamos sacrificar o tempo que teríamos para cuidar de nós mesmos. O equilíbrio é fundamental para nossa saúde física e mental.


Essas são algumas dicas que estou aplicando no meu dia a dia.


Se tiver alguma outra dica de como ser mais produtivo, compartilhe comigo nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

©2021 Todos os direitos reservados. Web Design by Aline Freitas


Post Views: 118