Inspiração X Comparação

Nesse mundo das Redes Sociais tornou-se comum acompanhar a vida das outras pessoas, sejam elas conhecidas suas da vida real, alguma celebridade ou influencer.

 

Na maioria das vezes, o que vemos nas Redes é o extraordinário “Mundo de Alice”, onde as coisas são belas, as pessoas são felizes, as famílias parecem saídas de um comercial de margarina, e onde tudo é perfeito.

 

De certa forma é natural se interessar pela vida de outras pessoas, afinal o ser humano é um ser social e o nosso cérebro é programado para viver em sociedade. O problema é quando nos comparamos com essas pessoas.

 

Não há problemas em admirar alguém e que esta pessoa sirva de inspiração para algum objectivo que desejas alcançar, desde que essa admiração não se transforme em comparação.

 

Quando vemos o sucesso destas pessoas, não vemos o que elas fizeram para chegar até lá. Cria-se uma falsa ideia de que a vida desta pessoa é fácil, que ela teve sorte ou que nasceu em berço de ouro. Não conhecemos suas dores e tudo que está por trás daquele sucesso (ou imagem de sucesso).

 

É a famosa questão da grama do vizinho que é sempre mais verde, mas não sabemos o trabalho o vizinho teve para conseguir com que sua grama seja mais verde. Nem sabemos se a grama é mesmo de verdade ou artificial.

 

Por isso é importante não nos comparar com outras pessoas. Se vemos pessoas bem-sucedidas, ao invés de inveja-las por sua sorte, vamos admirá-las e usá-las como inspiração para alcançar os nossos objectivos.

 

Eu montei um quadro onde podemos ver algumas características de Comparação e como podemos ressignificar esse sentimento e transformá-lo em Inspiração.

 

EU COMPARO-ME QUANDO… EU INSPIRO-ME QUANDO…
… invejo o que as outras pessoas têm, o seu estilo de vida e as suas conquistas.   …tenho admiração pelas pessoas, por sua trajectória e as vejo como fonte de inspiração.  
…sinto-me frustrado por não conseguir alcançar o mesmo sucesso que outras pessoas.   …crio os meus próprios objectivos e inspiro-me em algumas referências na minha área de actuação para alcançá-los.
…tenho sensação de que sou inferior e menos capaz de conseguir ser bem-sucedido na vida.   … ao invés sentir-me inferior, uso as imagens de pessoas de sucesso como fonte de motivação para realizar as mudanças em almejo.    
…tenho uma baixa auto-estima. Não gosto de ser quem sou e gostaria de viver a vida de outra pessoa.   …reconheço as minhas qualidades e sou grato por tudo que tenho. A gratidão é um ponto a todas as pessoas que conseguiram alcançar seus objectivos.  
…sou pessimista e acredito que não tenho sorte e que nada de bom irá acontecer-me.   …entendo que cada pessoa tem a sua história. Muitas pessoas de sucesso começaram por baixo.  
…fico acomodado e invento desculpas e justificativas para manter-me na zona de conforto.   …uso a insatisfação como mola propulsora para agir. Algumas das pessoas mais importantes que conhecemos também tiveram seus momentos de fracasso. A diferença é que elas não desistiram de correr atrás dos seus sonhos.  
…passo grande parte do meu tempo concentrando-me na vida das outras pessoas.   …passo a ser o centro das atenções e invisto o meu tempo desenvolvimento pessoal e profissional. Os líderes de sucesso então em constante processo de aprendizagem.  

Tenhamos os nossos ídolos, mas tenhamos também as nossas referências – aquelas pessoas do nosso círculo pessoal a qual admiramos a sua disciplina, ou aquele profissional da nossa área de actuação que admiramos o seu trabalho. Essas pessoas nos inspiram a sermos melhores a cada dia. Se há alguma forma correcta de comparação, é comparar a si mesmo com o que foste ontem.

 

Não faz nenhum sentido ficar paralisado ao acreditar que outras pessoas têm mais condições do que nós para fazer alguma coisa. Precisamos parar de nos comparar e fazer o melhor que podemos, com o que temos ao nosso alcance.

Invejar ou se comparar com qualquer pessoa é uma receita tóxica. A inveja só gera a sensação de nunca sermos bons o suficiente.

Gisele Bündchen

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

©2021 Todos os direitos reservados. Web Design by Aline Freitas

Post Views: 54